leopardsandflowers.xpg.uol.com.br

WebMedia XPG

Vinícola Narbona #Uruguai2017


Uma vinícola que não falta em nenhuma lista das “Tops do Uruguai” é a Narbona. Situada em Carmelo, é daqueles lugares que vale a pena a visita, mesmo que seja um pouco longe de Montevideu. O local é lindo, com uma venda de vinhos e um pequeno restaurante que tem belos detalhes e decorações por todos os cantos.

Por lá, além dos vinhos, eles produzem também mel e grapa, que inclusive é feita com um alambique antigo comprado de um produtor de cachaça brasileiro. O iogurte deles é algo fenomenal, bem como o doce de leite.

Mas como aqui o tema é vinho (apesar de gostarmos muito de comida também), vamos focar no que interessa. A Narbona tem 15 hectares de vinhedos e cultivam uvas brancas e tintas por lá. O tannat é uma delícia, mas o Sauvignon Blanc e o Pinot Noir pra mim foram os preferidos. Abaixo os que provei em minha viagem em outubro de 2017 ao país, quando pude visitá-los e conhecer tudo isso.

Narbona-Sauvignon-BlancNarbona Sauvignon Blanc 2016
Aromas cítricos leves e elegantes. Excelente acidez. Um vinho super gastronômico que combina tanto com pratos leves de salada quanto com queijos, mas o mais gostoso é beber ele sozinho mesmo.

Tannat Rose 2015
Um vinho que pode ser bebido até com carne. Chamam de vinho de verão. É leve mas ao mesmo tempo mostra seus taninos.

Pinot Noir 2015
Muito intenso, com muita fruta, lembrando principalmente morango. Um vinho que alia bem sabor, aroma e acidez.
Puerto Carmelo Tannat 2015
O rótulo tem um carro antigo em alusão à coleção do proprietário da vinícola. Esse não passa por madeira. Boa relação custo x benefício (em torno de 65 reais).
Tannat Roble 2013
Um tannat que mostra bem como é esse vinho no Uruguai, com aromas de geléia de frutas pretas e um toque de madeira e chocolate. Na boca é macio.
Tannat / Petit Verdot 2013
Muita carga de taninos, mas sem incomodar. Começa muito fechado mas abre com o tempo.
Narbona Blend
Super macio e equilibrado. A vinícola não conta qual é o “segredo” do Blend deles. Tem que imaginar. É o vinho top e vale a pena ser conhecido.
Caso queira visitá-los, eles têm quartos para hóspedes. Os valores variam bastante de acordo com a estação (imagino que na colheita deva ser o mais caro) e são muito aconchegantes, com uma bela vista para os vinhedos, uma lareira grandona para compartilhar e um clima delicioso para desfrutar e se desligar do mundo. Veja tudo isso no site deles e se quiser comprar no Brasil, a importadora é a Devinum.
Um abraço
Daniel Perches

Publicidade

Fechar

CONTATO

Preencha o formulário abaixo

Fechar

Hospedagem HTML Grátis sem limite

Infelizmente este serviço foi descontinuado e não será possível criar um novo cadastro


Fechar

BLOG Grátis

Infelizmente este serviço foi descontinuado e não será possível criar um novo cadastro


Fechar

Esqueci minha senha

Crie já o seu cadastro

Fechar

ESQUECI MINHA SENHA

 

Se você esqueceu sua senha, digite seu login abaixo.

Se você esqueceu seu login, digite seu e-mail abaixo.