batomvermelho.xpg.uol.com.br

WebMedia XPG

Alimentação e desperdício são temas de debate na Virada Sustentável


A conscientização alimentar é muito importante. Escolher os melhores alimentos é um passo crucial para manter nosso organismo saudável e longe das doenças. Apesar de vivermos em uma sociedade que possui inúmeras facilidades para se alimentar com produtos industrializados, é preciso tomar cuidado, já que certas substâncias presentes nessas mercadorias são prejudiciais e podem acarretar diversos problemas à nossa saúde.

Para debater sobre a alimentação adequada e os seus benefícios à saúde e ao planeta, foi realizada uma mesa redonda com o tema Por uma Alimentação Sustentável: a responsabilidade de cada um. O evento fez parte da programação da Virada Sustentável 2015 e ocorreu na última quinta-feira, 27 de agosto. Estavam presentes Consuelo Yoshida, a desembargadora federal do Tribunal Regional Federal 3º Região e especialista em meio ambiente, e Ivan Baldini, diretor de sustentabilidade na Confederação Nacional de Turismo. Também participaram do debate inúmeros representantes do Instituto Pedro Cozzi, do Instituto Mais e da Plataforma Sinergia.

O encontro foi iniciado pela fala de Ivan Baldini, que apresentou um pouco do trabalho realizado na Confederação Nacional de Turismo e de projetos que atuam na área de sustentabilidade, como o Instituto Ecodaterra. Baldini também atentou para o fato do Brasil estar entre os países que mais desperdiçam alimentos no mundo e para os altos números do desperdício no planeta. "Se todos os países se conscientizassem para essa questão, o problema de fome no mundo poderia ser mudado”, declara Baldini.

Segundo a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), no Brasil, são desperdiçados cerca de 30% dos alimentos na pós-colheita. O processo de produção contribui para essa questão, porém a sociedade como consumidora pode ajuda a combater o problema. Escolher os alimentos “feios” na hora da compra e colocar no prato a quantidade adequada de comida são medidas que contribuem para diminuir o desperdício.

Tangerinas

O uso de agrotóxicos e transgênicos na alimentação sempre gerou debates sobre os seus efeitos no organismo humano. “O que ingerimos está diretamente ligado à nossa saúde, por isso vem aumentando o número de doenças”, declara Consuelo Yoshida. Para a especialista, o país precisa investir mais em pesquisas sobre alimentos e mostrar para as pessoas o que elas ingerem todos os dias. “Estudos revelam, por exemplo, que coincide o uso da soja transgênica com o aumento do volume de agrotóxicos para essa soja. Isso é impressionante. Notamos então que a soja não é tão saudável assim”, comenta Yoshida.

Esse é um exemplo comum, por mais que mercados e feiras contenham inúmeras variedades de frutas, legumes e verduras, a quantidade de agrotóxicos presentes nesses alimentos é grande. Para Nadia Cozzi, consultora de alimentação e representante do Instituto Pedro Cozzi, a sociedade precisa mudar e optar por alimentos mais saudáveis e sustentáveis.

“O prato de comida interfere diretamente no tratamento que dou para o planeta. Se aderirmos a uma alimentação sustentável, teremos menos poluição, água e solo menos contaminados e animais mais preservados”, atenta Cozzi. Segundo a consultora, que trabalha há 20 anos na área alimentícia, “temos de ser egoístas com a nossa saúde e parar de olhar para o próprio umbigo quando o assunto é o meio ambiente”.

Exposição Nem Tudo Acaba em Pizza

Como aderir a uma alimentação sustentável e saudável?

“O que possuímos de mais puro é o alimento orgânico. Consumir esses produtos é uma forma de ajudar o nosso corpo”, reforça a consultora, a qual afirma que o ato de se alimentar interfere em todas as áreas da vida. “Outra maneira de se conscientizar é reaproveitar os alimentos e começar a ler os rótulos dos produtos industrializados. É incrível como pagamos para ficar doente. O meu conselho é voltar a cozinhar, pois é uma prática muito importante. Quando você tem o poder de preparar e fabricar sua própria comida, pode escolher o que consumir e também o que isso proporciona ao meio ambiente”, completa.

O evento contou ainda com a exposição “Nem tudo acaba em pizza”, feita por um coletivo de artistas do qual Nadia Cozzi faz parte. A mostra, que participa pela primeira vez da Virada Sustentável, visa incentivar a pratica dos R’s (reutilizar, reeducar, reaproveitar, reduzir, reciclar, repensar e reinventar). As obras foram realizadas em caixas de pizza com a técnica “virando do avesso”. “Essa exposição é uma alerta para mostrar o que fazemos com o planeta. A caixa de pizza, por exemplo, veio de uma floresta e agora é uma obra de arte. Queremos dar mais atenção à reciclagem por meio da nossa criação, finaliza Cozzi.

Foto 2: Jeremy Jenum / Flickr
Foto 3: Luana Viegas

Evento discutiu questões ligadas ao consumo mais consciente e voltado para a saúde humana e a preservação do meio ambiente
Uma alimentação equilibrada é essencial para manter a saúde do organismo e a conservação do meio ambiente
takebackyourhealthconference / Flickr / CC BY 2.0
Luana Viegas
Grande (675x450px)
Data Publicação Destaque: 
sexta-feira, 28 Agosto, 2015 - 19:15

Publicidade

Fechar

CONTATO

Preencha o formulário abaixo

Fechar

Hospedagem HTML Grátis sem limite

Preencha o formulário abaixo e hospede seu
site grátis e sem complicações.

* www.LOGIN.xpg.com.br

Concordo com os Termo de serviços do XPG

Fechar

BLOG Grátis

Seus textos, fotos e vídeos em um blog que é a sua cara.

* www.LOGIN.xpg.com.br

Concordo com os Termo de serviços do XPG

Fechar

Esqueci minha senha

Crie já o seu cadastro

Fechar

ESQUECI MINHA SENHA

 

Se você esqueceu sua senha, digite seu login abaixo.

Se você esqueceu seu login, digite seu e-mail abaixo.