leopardsandflowers.xpg.uol.com.br

WebMedia XPG

Sexta de Carnaval para uns e de cinza para outros



Mal começou o Carnaval e o Praia Clube já está com a ressaca típica da quarta-feira de cinzas. Só assim para explicar a atuação do time na partida de ontem contra o Osasco.

Primeiro, o Praia entrou em baixíssima rotação em quadra. Foi massacrado pelo saque paulista até quando o mesmo não era dos mais difíceis. Ainda teve a infelicidade de, no primeiro set, perder sua principal jogadora, a Ramirez.

O time demorou a se encontrar e, principalmente, a encontrar a marcação do ataque do Osasco. Somente no final do segundo set, com algumas brechas dadas pelo Osasco, ele entrou na partida.

Mas o efeito durou pouco. A confusa e má recepção do Praia impossibilitou a recuperação no ataque, que só virava mesmo com a Malu, substituta da Ramirez. A jovem oposto entrou muito bem e soube segurar a responsabilidade de jogar uma partida inteira. 


E defensivamente, o Praia também foi muito pouco consistente. Só apresentou uma boa relação entre saque-bloqueio-defesa no terceiro set. 


***********************************

Será que o Praia virou o fio? Ele vinha numa sequência de partidas apresentando melhoras na sua linha de passe, seu grande calcanhar de Aquiles. Mas em duas partidas, contra Rexona e Osasco, a casa caiu legal. E aqui não falo dos resultados, mas das atuações.

Acho que a parada de Carnaval, ainda que curta, vem em um bom momento para o time dar um respiro. Mas o que não ajuda em nada é o próximo confronto ser contra o Rexona, contra quem o Praia, nesta temporada, simplesmente desaparece. E ficamos na torcida pela recuperação da Ramirez. As pretensões do Praia nesta SL mudam consideravelmente dependendo da presença ou não da cubana.


**************************************

Vamos falar de coisa boa? A vitória do Osasco. A folia começou mais cedo por lá. As meninas sambaram na partida de ontem.

Acho que esta vitória tem nome e sobrenome: Camila e Carcaces.

Falando primeiro da cubana, ela teve uma partida extraordinária no passe (se compararmos com ela mesma) e no ataque. Num dia “normal” de Carcaces não sei se a Dani Lins jogaria tão tranquila na distribuição das bolas.

No ataque, Carcaces definiu. Na hora do aperto, ela chamou o jogo pra si e correspondeu. Afinal, a preocupação com passe, desta vez, não a atrapalhou. Minha dúvida é se ela conseguirá repetir as mesmas atuações, principalmente na recepção. E isso é fundamental para que um dos rumos do Osasco se acerte.

Outro ponto que me deixa em dúvida quanto ao futuro do Osasco: na hora mais complicada, no terceiro set, o time se perdeu novamente. No tempo técnico, ninguém ouvia o Luizomar, queria cada uma resolver da sua maneira. Tentaram novamente se reerguer à base da individualidade e não do conjunto. 

**************************************

Agora, vi um Osasco muito bem defensivamente, comandado neste aspecto pela Camila Brait. E mais importante: trabalhou muitíssimo bem – e muito melhor que o Praia – os contra-ataques. Esta foi uma das vantagens do time paulista.

O saque foi bem também. Este tem sido um fundamento pouco aproveitado pelo Osasco e que, consequentemente, tem impossibilitado um bom rendimento do bloqueio, que costumava ser um ponto forte da equipe. Acho que o Praia se complicou demais em algumas situações que não eram das mais difíceis, mas a pressão exercida por sacadoras como a Dani e a Thaisa trouxeram apreensão à já instável linha de passe praiana. 

**************************************

Ainda acho, porém, que a Dani está equivocada e pouco criativa na sua distribuição pelas pontas. Acho que ela explorou demais a Carcaces mesmo em momentos que não era necessário e quando poderia, por exemplo, colocar a Lise para entrar no jogo. Ela manda uma bola pra belga e só vai lembrar da oposto dez jogadas depois. A Lise não consegue uma sequência na partida para engrenar. É um desperdício não aproveitar todas as opções de ataque que o Osasco tem.

Por alguns motivos que relatei acima, ainda tenho os pés atrás com o Osasco. Não me entusiasmo a ponto de achar que o time encontrou seu caminho de recuperação na temporada. Aliás, o Praia me ensinou recentemente que é melhor esperar para ver o que acontece para não se decepcionar. 

**************************************

Resultado da 7ª rodada do returno:

Vôlei Nestlé/Osasco 3x1 Dentil/Praia Clube

Pinheiros/Klar 1x3 Rexona/Ades

Renata Valinhos /Country 0x3 Rio do Sul/Equibrasil

Concilig Bauro 0x3 Terracap/Brasília

São Bernardo 0x3 Vôlei Nestlé/Osasco

Sesi 0x3 Camponesa/Minas

São Bernardo 2x3 São Cristóvão Saúde/São Caetano


- Sabem o set que o Rexona perdeu para o Pinheiros? Estava 16 a 5 na segunda parada técnica para o Rio. Só ele mesmo para complicar tanto uma partida. 



Publicidade

Fechar

CONTATO

Preencha o formulário abaixo

Fechar

Hospedagem HTML Grátis sem limite

Preencha o formulário abaixo e hospede seu
site grátis e sem complicações.

* www.LOGIN.xpg.com.br

Concordo com os Termo de serviços do XPG

Fechar

BLOG Grátis

Seus textos, fotos e vídeos em um blog que é a sua cara.

* www.LOGIN.xpg.com.br

Concordo com os Termo de serviços do XPG

Fechar

Esqueci minha senha

Crie já o seu cadastro

Fechar

ESQUECI MINHA SENHA

 

Se você esqueceu sua senha, digite seu login abaixo.

Se você esqueceu seu login, digite seu e-mail abaixo.