brasileirissimos.xpg.uol.com.br

WebMedia XPG

O dia do fico


O Zé Roberto disse hoje ao povo que fica. A seleção brasileira feminina estará por mais um ciclo olímpico sob seu comando.

Seria uma insanidade negar a competência do Zé, um dos treinadores mais vitoriosos do mundo, ou mesmo resumi-lo a um supersticioso sortudo, como às vezes se lê por aí. Acontece que, entre tantas qualidades que o fazem vencedor, não está a de ser “pra frentex”, como diria meu pai nos anos 1970.

O Zé é conservador. Gosta de trabalhar com um grupo pequeno, manter a mesma base de time titular, fazer poucas trocas. O Grand Prix e suas quatro semanas de competição são, para ele, mais um torneio a vencer enquanto que, para outros treinadores, são um excelente campo de testes.

É o perfil do Zé. E, com já comentei anteriormente, não me parece o mais adequado para este novo momento da seleção brasileira que precisa praticamente começar do zero. O Zé vai precisar rasgar muitas certezas, reavaliar muitas convicções e abrir mão de vencer tudo e qualquer coisa para conseguir realmente fazer um processo de renovação que mire para além de 2020. 


*********************************

Eu já tinha minhas dúvidas da capacidade de reinvenção dele e, logo na primeira entrevista para anunciar sua permanência, ele confirmou o meu receio com esta declaração: “Ainda não estou muito convencido que algumas jogadoras não possam vir a jogar ainda pela seleção. Elas são jovens ainda por idade, são privilegiadas quanto ao físico. A tentativa sempre vai existir”.

Antes mesmo de ouvir esta afirmação, eu já pensava que seria uma grande surpresa se, ao primeiro sinal de dificuldade, ele não ligasse para Sheilla, Fabiana e, até, Fabizinha pedindo que elas voltem ao grupo. No fim, nem vai precisar de dificuldade alguma para que ele corra atrás do passado.

E, ao mesmo tempo, ele fala em renovação, em boas jogadoras da base que estão surgindo. De que adianta ter estas jogadoras se ele não consegue abrir mão das veteranas? Se não são as elas a dar um ponto final na sua história na seleção, o Zé não faz a fila andar. 

*********************************

Não me passou uma boa perspectiva as declarações do Zé Roberto. Imaginei que ele iria encarar esta nova etapa de uma maneira semelhante àquela que iniciou em 2005. Mas não. Ele não demonstrou, pelo que li na imprensa, este sentido de urgência por mudanças que aqui do lado de fora das quadras temos.

Também não parece ter compreendido a representatividade da eliminação na Olimpíada, da medalha de ouro da China e do pódio da Rio 2016. Por mais que tenha sido um azar o Brasil ter cruzado com a China nas quartas e que, provavelmente, se repetíssemos os Jogos agora os resultados seriam completamente diferentes, houve ali algumas lições a se tirar.

E o momento que se avizinha não é para ser encarado com esta vibe de “manutenção”, mas, sim, de “transformação”. Algo que, repito, vá além de 2020. Eu tenho medo (parafraseando Regina Duarte) de que a herança que ele deixe após 2020 (se ele deixar a seleção, claro) seja maldita mesmo com dois ouros na balança. 

*********************************

Minha plataforma

Como treinadora de arquibancada, o meu plano para a seleção nos próximos quatro anos teriam as seguintes propostas. Primeiro, trabalhar com grupos maiores, que contemplem até jogadoras da base. Segundo, ter um time B para as competições “B”, do estilo do Montreux. Acho que só assim poderemos amenizar a dependência que temos de algumas jogadoras, como foram os casos da Sheilla e da Jaqueline. As possíveis candidatas precisam jogar internacionalmente nem que seja em competições menores.

E, terceiro, começar com outros nomes no levantamento que não Dani Lins e Fabíola. Acho que chegou um ponto que a experiência tem valido pouco à seleção e é preciso ousar. Nomes mais jovens e que podem ser moldados ainda, a meu ver, valem o investimento. 


Publicidade

Fechar

CONTATO

Preencha o formulário abaixo

Fechar

Hospedagem HTML Grátis sem limite

Preencha o formulário abaixo e hospede seu
site grátis e sem complicações.

* www.LOGIN.xpg.com.br

Concordo com os Termo de serviços do XPG

Fechar

BLOG Grátis

Seus textos, fotos e vídeos em um blog que é a sua cara.

* www.LOGIN.xpg.com.br

Concordo com os Termo de serviços do XPG

Fechar

Esqueci minha senha

Crie já o seu cadastro

Fechar

ESQUECI MINHA SENHA

 

Se você esqueceu sua senha, digite seu login abaixo.

Se você esqueceu seu login, digite seu e-mail abaixo.